Console: Podcast

capa-podcast-s01e25

#25: E-sport e-spetacular

Alô, você! Se há seres humanos envolvidos, tem competição. Tentamos entender a origem do video game competitivo, modalidade que começou timidamente com torneios de “Super Mario” na década de 90 e que evoluiu para um verdadeiro (e bem complexo) esporte – e para um negócio que movimenta bilhões. Qualquer game pode ser esportivo? O que define, aliás, um esporte? O que é mais difícil de entender, LOL ou Snapchat?

capa-podcast-s01e24

#24: Konami #vaicomdeus

Uma das marcas mais icônicas da história dos videogames está deixando os consoles e vai se dedicar a celulares e caça-níqueis. Esta é uma singela homenagem à Konami, dona das franquias preferidas de várias gerações de gamers. De “Frogger” a “Silent Hill”, o que define o “estilo Konami”? Quais foram os seus maiores sucessos? O que aconteceu com Hideo Kojima? R.I.P. Konami. Será sempre lembrada.

capa-podcast-s01e23

#23: Casual ou com compromisso?

E aí, topa uma rapidinha para dar uma desestressada? Ou só gosta de fazer com amor e comprometimento? Tentamos entender a diferença entre games que exigem esforço e muito tempo de dedicação do jogador e os que podem ser encarados – sem trauma – como meras diversões efêmeras. Quando surgiu essa distinção? Os primeiros videogames eram casuais ou hardcore? Posso jogar “Street Fighter II” rapidinho ou preciso me tornar faixa preta antes? Jogos de celular são um gênero menor?

capa-podcast-s01e22

#22: Por que gostamos de jogos violentos?

Vários dos grandes sucessos da história dos videogames são violentos – ou, pior ainda, têm na violência seu principal atrativo. Tentamos encontrar o motivo pelo qual nós, jogadores, curtimos tanto uma jogatina sanguinolenta. Sem violência explícita será que alguns jogos fariam o mesmo sucesso? É possível viver apenas com puzzles e games de esportes? Videogame é realmente uma válvula de escape das nossas frustrações?